O mercado de aplicativos ainda tem bastante a crescer, de acordo com um estudo publicado nesta semana pela especialista no mercado, App Annie. A expectativa da empresa é que até 2020, o setor atinja os US$ 6,3 trilhões, um crescimento de 360% em relação ao faturamento de 2016, com US$ 1,3 trilhão.

O setor deve ser aquecido pela elevação no número de pessoas, em todo o mundo, que possuem smartphones. Além disso, tem crescido o tempo gasto com aplicativos. Se a tendência se confirmar, os usuários poderão gastar até 3,5 trilhões de horas utilizando os apps até 2021.Como mostra a Fortune, entre os segmentos de aplicativos com maiores chances de crescimento está a compra de produtos e, em geral, o comércio mobile, o que já acontece em regiões como a China e a Ásia, em geral. “Os consumidores chineses são quase três vezes mais propensos a comprar alimentos e mantimentos usando seus dispositivos, e têm duas vezes masi chances de trasferir dinheiro usando os apps e até quatro vezes mais propensos a gastar dinheiro pelo celular”, explica a empresa no estudo.

Android x iOS

A previsão é de que, até 2021, o faturamento do sistema operacional do Google, combinadas ao de lojas de terceiros, supere o obtido pela Apple. A projeção para o iOS é de US$ 60 bilhões.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments